135 milhões investidos para criar metro urbano e renovar frota dos TUB

JN_30102014

“Projeto visa uma ligação direta entre a Universidade e a estação de comboios”

“OS TRANSPORTES Urbanos de Braga (TUB) vão investir 135 milhões de euros, em dez anos, na montagem de um sistema de metro de superfície, e na compra de novos autocarros, anunciou, ontem, o administrador Baptista da Costa.

O gestor da empresa municipal disse ao JN que, “logo que abram as candidaturas” ao quadro comunitário de apoio Portugal 2020, os TUB candidatam um projeto – com custo estimado de 100 a 120 milhões – para a instalação de um sistema elétrico de transporte urbano do tipo BRT – Veículo Rápido de Transporte (Bus Rapid Transit), que ficará concluído dentro de dez anos.
O responsável vincou que o novo modo de transporte precisa de projeto financeiro e de engenharia, e infraestruturas de apoio, desde a aquisição dos BRT até à eletrificação – com sistemas de carregamento de baterias –, à demarcação de zonas de passagem ou sistemas eletrónicos e de semáforos.
Numa conferência no Club de Negócios SOHO, de Braga, Baptista da Costa adiantou que a restante verba, 15 a 20 milhões de euros, será investida na renovação da frota de 120 autocarros, à média de 1,5 milhões de euros anuais. “A frota está envelhecida, a média de vida dos veículos é de 16 anos, quando o máximo europeu é de 12”, salientou.
Sobre o BRT, sublinhou que fará a ligação direta entre a Universidade do Minho e a estação de comboios da CP, atravessando a cidade em linha reta, passando por zonas atualmente pedonais, como a Rua dos Capelistas e o Campo da Vinha, e descendo pela Rua dos Biscainhos.
“Está provado que o transporte público não poluente em zonas pedonais beneficia o comércio e tira 20 % dos automóveis do centro”, sustentou.
Baptista da Costa, que geriu o lançamento do Metro do Porto, frisou que a renovação da frota tradicional de autocarros “passa por um concurso aberto”, de médio prazo, para que a compra de viaturas seja faseada, evitando que, tal como agora sucede, daqui a 12 anos a frota não esteja toda caduca.
“Apostámos em qualidade e conforto, com wi-fi, ar condicionado e lugar para carrinhos de bebé”, concluiu.”

in Jornal de Noticias, 30/10/2014 #recortesdeimprensa #tub #braga #mobilidade #melhoriacontinua