“Montélios-Ponte Pedrinha transportou 800 mil pessoas”

“A linha 94 dos Transportes Urbanos de Braga (TUB) – liga Ponte Pedrinha a Montélios –, que foi inaugurada a um de um de junho de 2015, transportou, em cinco anos, perto de 800 mil passageiro s, destacou, em nota enviada às redações, os TUB.

Esta linha funciona, «desde então, nos dias úteis, com uma frequência de 30 minutos», tem início «numa zona densamente povoada, como é a Ponte Pedrinha, onde há mais de 1.200 habitantes, aos quais acrescem mais cerca de quatro mil trabalhadores do Complexo Bosch», destaca a nota.

A linha cruza o centro da cidade em direção a Montélios, área também com elevada densidade populacional e que tinha sido identificada em 2014 como uma zona com défice de oferta de transporte público», juntam os TUB, recordando que o investimento na criação desta linha foi «significativo», ocupando, diariamente, quatro motoristas e dois autocarros, que realizam 30 viagens diárias, percorrendo um total de 330 quilómetros.

Entretanto, na Rua Magalhães Lima, foi realizada uma intervenção pela Câmara Municipal de Braga, em articulação com os Transportes Urbanos de Braga, que permitiu «não só melhorar o ambiente urbano e o desenho de cidade, mas representou, também, uma melhoria significativa para a operação de transporte na medida em que foi criada uma baía de estacionamento para os autocarros e colocado um novo abrigo para possibilitar melhorares condições de espera para os clientes».

Em 2015, foram transportados 63.330 passageiros, assim distribuídos: 149.622 (2016), 177.065 (2017), 193.689 (2018) e 212.283 (2019) e, durante o ano de 2020, apesar de todos os condicionalismos que se tem verificado, já foram mais de 47.000 passageiros.

António Gama, Diretor Comercial dos TUB, destaca que a linha 94 «se trata claramente de um caso de sucesso em que os TUB conseguiram interpretar e responder às necessidades dos bracarenses». «Paralelamente, demos um grande enfoque à Promoção e Marketing desta linha junto de moradores ao longo de todo o seu percurso, bem como no complexo Bosch e o que constatamos hoje é um crescimento muito interessante, que resulta da adesão dos Bracarenses. Nesse sentido, vamos continuar a promover a Mobilidade Sustentável de modo a tentar captar mais utilizadores para o transporte coletivo», finaliza António Gama.”

in Diário do Minho, 03/06/2020 #recortesdeimprensa #tub #mobilidade #sustentável