“11,9 milhões de passageiros nos autocarros de Braga”

Registou-se um aumento de 2,3% na procura. Venda de títulos rendeu 6,2 milhões de euros.

Os Transportes Urbanos de Braga (TUB) aumentaram o número de passageiros pelo quinto ano consecutivo e, em 2018, chegaram a 11,9 milhões de pessoas, mais 2,3% do que em 2017. A venda de títulos ultrapassou os 6,2 milhões de euros, mas a receita total da empresa, incluindo alugueres, cifrou-se nos 6,8 milhões, mais 4% em comparação com o ano anterior.

“Os bracarenses têm acreditado que vale a pena ter uma empresa de transportes inclusiva, em posse do Município, e com índices de qualidade que nos enchem de satisfação”, afirmou o presidente do Conselho de Administração , Firmino Marques, sublinhando que os resultados positivos nunca implicariam aumento do tarifário. “Temos ajudado à economia das famílias. Estamos a colaborar e a convidar os bracarenses a utilizarem ainda mais o transporte público”, defendeu, minutos antes de demonstrar que a empresa fechou o ano com um resultado líquido de 37,2 mil euros.

Ao todo, as 147 viaturas dos TUB fizeram quase 600 mil viagens e percorreram seis milhões de quilómetros. Os responsáveis destacaram também o grau de fiabilidade, garantindo que foram realizadas 99,95% das viagens planeadas.

“A perspectiva é continuar a crescer”, frisou o administrador Teotónio Santos, lembrando que a empresa tem estado num processo de renovação da frota, com apoio de fundos comunitários. Começou por seis autocarros elétricos, mas até 2025 espera adquirir mais 7 e 25 a gás.

in Jornal de Notícias, 10/04/2019