“TUB prestam serviços relevantesàs famílias e a idosos que vivem sós”

“O bispo auxiliar de Braga D. Francisco Senra Coelho enalteceu ontem os serviços que os TUB prestam à comunidade e que «muito facilitam» a vida às famílias. O prelado vincou o contributo da empresa municipal para o combate ao isolamento dos idosos, facultando lhes transporte «muito acessível» e que se revela «fundamental» para uma maior socialização.”

“Numa intervenção focada nos problemas que afetam as famílias, a desertificação crescente dos territórios e o drama dos idosos que vivem sós, o bispo auxiliar de Braga D. Francisco Senra Coelho destacou o trabalho de «humanização» que protagoniza diariamente «quem lida com máquinas mas não se deixa vencer pelo mecanicismo, mas antes contribuiu para a promoção dos valores do personalismo humanista».

“«Embora nem semprese apercebam da nobremissão que desempenham,os funcionáriosdos Transportes Urbanosde Braga prestam diariamenteserviços que muitofacilitam a vida das famíliase que contribuempara o combate ao isolamentodas pessoas idosas que vivem sós», disseo prelado bracarense.D. Francisco Senra Coelho,que falava na rubrica”Pequeno almoço com…”,.

Trata-se de uma iniciativaem que uma figura «de grande relevo» é convidadapara abordar uma temáticade interesse para aempresa e os seus funcionários,até porque a realizaçãointegra o plano deformação da transportadora municipal.

Concretizando as ideiasde promoção do humanismo,o bispo natural deBarcelos precisou que a«grande ajuda às famílias»é feita através do serviço do transporte escolar,que o Município de Bragafaculta a título gratuitaa grande parte dos alunose a custos baixos, aos estudantescujas famílias têmmelhores rendimentos.”

«Este é um serviço muito importante para as famílias e para toda a comunidade, uma vez que possibilita que fiquem libertas da pressão de levarem os filhos à escola», vincou D. Francisco, salientando tratar-se de «um verdadeiro e muito importante serviço público».

Embora salientando que «os serviços dos TUB são muito relevantese contribuem para a humanização da comunidade bracarense», D. Francisco Senra Coelho não resistiu a deixar um desafio bem preciso.

«Os vossos serviços têm que ser cada vez mais generalizadose de modo algum devem ser limitados por questões de natureza económica», defendeu.”

in Diário do Minho, 17/05/2018 #TUB #mobilidade #sustentável #recortesdeimprensa