“TUB alargam monitorização dos autocarros em tempo real”

“Aplicação permite saber o tempo de chegada dos autocarros das linhas 2 e 43”

“Os Transportes Urbanos de Braga estiveram no Portugal Smart Cities Summit, com a aplicação móvel, e com a parceria da Bosch têm vindo a desenvolver esforços com vista a melhorar a monitorização e localização dos autocarros urbanos de Braga.
Depois de alcançado um nível de maturidade na monitorização da Linha 43, o projeto avança agora para a Linha 2.
Esta linha trará novos desafios na monitorização dos autocarros, uma vez que é uma linha diametral dos TUB, que toca uma das pontas do concelho de Braga e que atravessa algumas zonas onde se perde, e/ou onde se reduz, a capacidade de comunicação.
Assim sendo, e a par da monitorização da localização dos autocarros, o software da Bosch tem ainda um algoritmo que calcula não só uma estimativa dos horários em cada paragem, mas também a previsão de chegada às próximas paragens,
auxiliando assim os técnicos do Centro de Controlo dos TUB na melhoria dos horários e informando, com mais qualidade e certeza, os clientes.
O sistema está atualmente a comunicar através de um software instalado em smartphones que são colocados nos autocarros.
Este software, desenvolvido pela Bosch, não depende de qualquer interação com o motorista para que este possa continuar o seu trabalho sem constrangimentos.
Por este motivo, há a intenção de, futuramente, desenvolver um hardware próprio para este projeto, que possa ter capacidades de comunicação com o Centro de Controlo já existente nos TUB.
Numa janela de oportunidade, os TUB e a BSB – Bright Smart Ideas, efetuaram um upgrade à aplicação móvel dos TUB com os dados de estimativas que a Bosch já fornece aos TUB.
Desta forma, será possível ao utilizador consultar a estimativa de tempo de chegada dos autocarros a qualquer paragem das Linha 2 e Linha 43 na aplicação.
Os TUB pretendem agora que o projeto aumente a sua escala e chegue aos 140 autocarros da sua frota.
Desta forma, o SAEx passa não só a ser um sistema de monitorização da localização da frota, mas também um sistema para melhoria preventiva dos serviços, bem como de informação aos clientes.
Para além disso, este projeto entre os TUB e a Bosch poderá também estar integrado na plataforma IoT da IBM que os TUB adquiriram, por forma a agregar toda a informação numa única plataforma, contribuindo assim para uma verdadeira Smart City.
Braga mostrou ainda as tecnologias das empresas incubadas na StartUp Braga, o projeto “Chatbot” e a aplicação “BragaINCOMING”.”

in Diário do Minho, 18/04/2018