“Empresas Municipais”

“Num artigo de opinião publicado no jornal “Público”, em outubro de 2016, o Ministro do Ambiente, Eng.º João Pedro Matos Fernandes, escreveu: “O automóvel tem de deixar de ser rei, o serviço dos transportes coletivos tem de ser melhorado a pensar num novo padrão de procura a cada dia menos determinístico, as cidades terão de desenhar o seu espaço público e pensar nos peões e nas bicicletas. Este é o grande esforço deste Governo, sentindo-se bem acompanhado pelas Autarquias e o seu trabalho em favor da mobilidade sustentável”.

Em Braga, os Transportes Urbanos de Braga melhoraram a oferta, lançaram novas linhas, facilitaram o acesso aos títulos de transporte, eliminaram restrições aos reformados e aos estudantes e conseguiram em três anos consecutivos aumentar o nú- mero de passageiros transportados e o volume de negócios sem qualquer aumento de tarifário. Neste período, invertendo um longo período de perda de passageiros, e contrariamente a todo o setor de atividade, os TUB conseguiram aumentar o número de passageiros transportados em 9% e o volume de negócios em mais de 7%. Estes números evidenciam que há captação de novos clientes para o transporte coletivo e que estes pagam os seus títulos de transporte. Promovemos a Mobilidade Sustentável. Contudo, os Transportes Urbanos de Braga continuam a planear o futuro.

Qualificação dos colaboradores

Os TUB afirmam-se cada vez mais como uma empresa de engenharia, onde o conhecimento é um fator distintivo. Criámos um Gabinete de Estudos com colaboradores cada vez mais qualificados para que a inovação seja alicerçada na Investigação e Desenvolvimento. Promovemos as carreiras técnicas dos colaboradores de modo a que as decisões dos dirigentes integrem o Estado da Arte, com rigor e tecnicidade. Em 2016 estavam em curso nos Transportes Urbanos de Braga treze teses de Mestrado. Entretanto, seis dessas teses foram concluídas e iniciaram-se já dois Doutoramentos. Todos estes trabalhos versam áreas de atividade da empresa e contribuem claramente para a melhoria do serviço de transporte público prestado aos cidadãos.

IBM

Desde maio de 2016 que os TUB levam a efeito com a multinacional IBM uma Prova de Conceito, em 2 viaturas, que além de disponibilizar Internet a bordo, permite a telemetria dos autocarros. Utilizando a plataforma IOC – Intelligent Operations Center, conseguimos monitorizar a localização do autocarro em tempo real, a contagem da entrada e saída dos passageiros e a comunicação bidirecional entre o centro de controlo, o motorista e a ligação ao autocarro de modo a retirar dados relevantes tais como velocidade, consumos e avarias, permitindo deste modo uma abordagem mais ativa por parte da Engenharia de Equipamentos e Manutenção.

Bosch

Com a Bosch levamos a cabo uma parceria inovadora que foi, inclusivamente, elogiada pelo primeiro-ministro, António Costa. Para além do transporte dos colaboradores desta multinacional que os TUB asseguram diariamente, a Bosch estava interessada em ter acesso a uma frota para fazer a aquisição de dados da operação de autocarros na cidade. O projeto com os TUB consiste em equipar os autocarros com um conjunto de sensores que vão monitorizar o exercício da operação dos transportes coletivos, e com esse sistema recolher dados. Posteriormente processá-los numa estrutura com o objetivo é desenvolver algoritmos que vão permitir do ponto de vista da Bosch, desenvolver sistemas de condução avançados, que visam depois preparar a condução totalmente autónoma. Esta colaboração é para os TUB de grande relevância pois defendemos a importância de interagir com a indústria e, ainda, mais quando se trata de indústria que se encontra implantada localmente, pelo que os TUB estão sempre disponíveis para testar soluções que nos venham a ser apresentadas.

Autocarros novos

Os TUB têm uma frota envelhecida e que necessita de renovação. O forte compromisso com o ambiente levou à opção pela tração elétrica, tendo submetido uma candidatura ao POSEUR – Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos, para o efeito.”

In Diário do Minho, 18/04/2017 #recortesdeimprensa #TUB #braga #mobilidade #sustentável