TUB Consulting – S. Tomé e Príncipe

Decorreu hoje, dia 4 de Abril, a cerimónia de entrega do estudo para a implementação da rede de transporte público em S. Tomé e Príncipe. O modelo de gestão dos Transportes Urbanos de Braga (TUB) serviu de base para a criação de um sistema similar de transportes colectivos nesse país africano.

CMB04042016SERGIOFREITAS0000001654

Numa deslocação efectuada a S. Tomé e Príncipe no ano transacto, a equipa técnica dos TUB procedeu ao levantamento dos principais pólos geradores de mobilidade para posteriormente desenhar a futura rede de transportes colectivos.

Segundo Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, este é mais um passo no sentido de projectar internacionalmente a Cidade. “Temos vindo a identificar oportunidades de colaboração com países e Cidades amigas que nos ajudem reciprocamente a concretizar objectivos económicos, sociais e culturais através de políticas concretas de gestão do território”, referiu, sublinhando que este projecto de apoio a S. Tomé e Príncipe vem ´capacitar´ os TUB, que através deste desafio conseguiu atingir uma ´nova etapa no seu processo de desenvolvimento´, afirmando-se mesmo como uma ´enorme vantagem para a empresa e seus colaboradores´.

CMB04042016SERGIOFREITAS0000001660

Para o Autarca, esta é igualmente uma ´oportunidade importante´ para o sector empresarial Bracarense, que deu um apoio essencial na elaboração do projecto. “Certamente que as empresas de Braga terão uma palavra a dizer na implementação desta futura rede de transportes colectivos, contribuindo assim o Município para a internacionalização do tecido empresarial local”, garantiu, adiantando também que, actualmente, Braga percebe que não se deve fechar nas suas fronteiras: “Contamos com todos para, nas mais diferentes áreas, continuar a afirmar a nossa Cidade pelo mundo fora”.

CMB04042016SERGIOFREITAS0000001663

Por seu turno, Teotónio Santos, administrador dos TUB, afirmou que a empresa tem sido capaz de fazer a ´gestão do dia-a-dia e planear o futuro´, participando no desenvolvimento do território. “Este trabalho de consultoria é um excelente exemplo disso mesmo. Este é um projecto que vai para além do inicialmente pedido, porque para além da rede urbana do Distrito de Água Grande, capital de S. Tomé, inclui as ligações interurbanas para outros distritos, a definição do tarifário e da frota, do sistema de bilhética, de ajuda à exploração, o parque de material e oficinas, a manutenção e respectivos equipamentos, modelo organizacional, o plano de negócios e estudos de viabilidade económica”, explicou, adiantando que o trabalho ´ainda agora começou´: “Vamos continuar a acompanhar a implementação deste projecto para garantir que a qualidade do serviço prestado vai ao encontro do planeado”.

Já o presidente da Câmara Distrital de Água Grande, de São Tomé e Príncipe, Ekeneide Lima dos Santos, assegurou que este projecto irá ajudar a construir a mobilidade do país, sendo esta uma área que sempre se revelou problemática. “Neste momento continuamos com um défice nesta matéria e sendo Braga uma referência na região e os TUB uma empresa com créditos firmados, só me resta agradecer pelo apoio prestado na elaboração deste valioso projecto”, disse.

CMB04042016SERGIOFREITAS0000001656

A cerimónia contará com a presença de representantes das entidades que contribuíram para a elaboração este projecto: Associação Industrial do Minho, Instituto Politécnico do Cavado e do Ave, Casais, Astrolábio, Wishbox, O Feliz, Primavera, CETRUS e Oficina de Gestão.